Proteína óssea

         Uma das grandes dificuldades encontrada no tratamento com implantes é a atrofia do remanescente ósseo após a perda de elementos dentários...

          Para uma implantodontia previsível, há necessidade da existência de uma quantidade óssea suficiente para que os implantes sejam instalados de forma adequada. Locais sem osso impedem a instalação de implantes enquanto que locais com "pouco osso" podem impedir a instalação destes implantes na posição tridimensional correta, o que pode dificultar a finalização protética do caso.

          Segundo os pesquisadores e autores David Garber e Urs Belser, já em 1995 diziam, " O principal propósito de um plano de tratamento com implantes é instalar estes implantes em uma ótima posição, determinada pela função e estética da restauração final e não deve ser elaborado (o plano de tratamento) somente levando-se em conta o osso residual.

          O que isto quer dizer? Significa que para termos uma prótese sobre implantes, seja ela de um, vários ou todos os dentes, com as melhores possibilidades possíveis de resultados mecânicos, funcionais e estéticos, os implantes devem ser instalados nas posições corretas para esta prótese. Para isto, muitas vezes precisamos criar o osso neste local para permitir que o implante fique em uma posição adequada.

          Portanto, é errado pensar que existe implantodontia previsível para todas as situações sem a existência de enxertos ósseos. Quando se opta por uma implantodontia sem enxertos quando estes são necessários, ao mesmo tempo está se impondo limitações e resultados muito aquém do ideal ao tratamento.

          A proteína óssea morfogenética recombinante, conhecida como rhBMP-2, é um produto que quando instalado no local, estímula a produção de osso novo, sem a necessidade de uso de materiais sólidos de enxerto ou osso do próprio paciente.

VEJA UM POUCO MAIS NA ABA SERVIÇOS: Proteína para formar osso

Nosso Endereço
Rua Luis Gama, 359 Sala 02
Zona 04 - CEP: 87014-110